João Nogueira, Espelho

Em 1977, chegou às lojas o LP “Espelho”, uma produção de Paulo César Pinheiro com arranjos do Maestro Geraldo Vespar e lançado no Teatro João Caetano. Leia abaixo o texto assinado por Paulo César Pinheiro (contracapa)


Eu e João temos uma amizade e uma parceria que já se dá pra botar uns 7 anos nisso. Me convidou, nesse ano de 77, pra produzir seu disco. Como acho que produtor não é um só, é uma equipe grande, não disse que aceitava, e, sim, que ia lhe ajudar, como mais um membro da turma toda. E foi um prazer muito grande, porque o disco saiu da pesadíssima. Fora mais amigos que, nesses 21 dias de gravação, se fêz (como um cara profundamente bom e puro, que eu só conhecia superficialmente, e passei a adorar, que é o Geraldinho Vespar, dono dos arranjos todos). Fora o clima, na mais santa paz, com o sorriso aberto do malandro Cuscus e a prestatividade do Agenor. Fora o porre que se tomou no último dia, indo se parar no Capela da Lapa com o sol nascendo.

E, acima de tudo, pra quem é supersticioso, fora a coincidência dos 7 que cercou todo o disco. Senão, vejam: o Dora das 7 portas, que tem na letra um jogo de palavras com o número 7, foi a sétima música escolhida, gravou-se no dia 7, ás 7 da noite, esse é o ano do 7 duplo, os versos da música que deu nome ao disco são divididos em 7 estrofes, e o nome do samba tem 7 letras, e vai por aí afora. Tomara que, senão todas, pelo menos 7 músicas façam sucesso, e que venda de 70 mil pra cima. (Se vender 700 mil, vai dar um grilo, meu compadre Nogueira, que vai pintar uma cabreragem geral de metier. E aí, malandro, a gente vai é pintar o 7).

Paulo César Pinheiro
contracapa

ouça spotify / compre Apple Music


TÍTULO: Espelho
GRAVADORA: Odeon
LONG-PLAY N°: SMOFB 3934
ANO: 1977
PRODUTOR: Paulo Cesar Pinheiro
CAPA: Jatobá (FOTO: Wilson Montenegro)

MÚSICA, AUTOR(ES) e INTÉRPRETE(S)
A1. Pimenta no vatapá – de João Nogueira e Cláudio Jorge, com João Nogueira
A2. Espelho – de João Nogueira e Paulo César Pinheiro, com João Nogueira
A3. Malandro J.B – de Renato Barbosa e Nei Lopes, com João Nogueira
A4. Espere oh! nega – de João Nogueira, com João Nogueira
A5. Dora das 7 Portas – de João Nogueira e Paulo César Pinheiro, com João Nogueira
A6. O passado da Portela – de Monarco, com João Nogueira
B1. Apoteose ao samba – de Zinco, Darcy e Caxambu, com João Nogueira
B2. Wilson, Geraldo, Noel – de João Nogueira, com João Nogueira
B3. Batucajé – de João Nogueira e Wilson Moreira, com João Nogueira
B4. Samba de amor – de João Nogueira, Mauro Duarte e Gisa Nogueira, com João Nogueira
B5. Quem sabe é Deus – de João Nogueira, com João Nogueira
B6. Desenganos – de João Nogueira e Mauro Duarte, com João Nogueira


Ficha Técnica

Produtor Fonográfico: EMI–ODEON Fonográfica Industrial e Eletrônica S/A
Direção Artística MILTON MNIRANDA
Direção de Produção: RENATO CORRÊA
Produção Executiva: PAULO CESAR PINHEIRO
Orquestrações e Regência MAESTRO GERALDO VESPAR
Técnicos de Gravação ROBERTO/TONINHO/DACY
Técnico de Remixagem: NIVALDO DUARTE
Corte: OSMAR FURTADO
Capa: JATOBÁ
Fotos: WILTON MONTENEGRO

violão 7 cordas – DINO
bandolim – JOEL
violão e viola de 12 cordas – NECO
violão – CLÁUDIO JORGE
baterista – WILSON DAS NEVES
baixo – LUIZÃO, MILTOM BOTELHO, SÉRGIO BARROSO
percussão – PEDRO SANTOS
ritmo – MILTON PESÃO, MARÇAL, LUNA, ELIZEU, OSWALDO CUSCUS, AGENOR, DOUTOR, MILTON BOTELHO
cavaco – CARLINHOS
flauta – JORGINHO, CELSO
piano – EDSON FREDERICO
trombone – NELSINHO
cordovox – CHIQUINHO
spalla (Violino) – PARESCHI
violino JOSÉ ALVES, MARCELO POMPEU, SANTINHO, GUERRA PEIXE, WILSON TEODORO, PISSARENKO, WALTER HACK, JOSÉ LANA, APULO, PASCHOAL PERROTA
viola – PENTEADO, STEPHANY, MACÊDO, FUNKAS
cello – ALCEU, BARIOLA, OLIANI, IBERÊ, GOMES GROSSO
flugel Horn – MAURÍCIO
acordeon, Sintetizador e Efeitos Vocais – SIVUCA
coro – DINORAH, ZÉLIA, ZENILDA, EUREDICE, EDA, TUFIC, COPACABANA, CHINA
participação especial – NOSSO SAMBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *