Zum-Zum (Album, LP) capa, cover

Sergio Pôrto, Aracy de Almeida e Billy Blanco no “Zum-Zum”

Aqui neste post um disco da Elenco gravado na boate “Zum-Zum”. Um clássico, como todos os discos lançados por esse selo, criado por Aloysio de Oliveira.

“Lamento” (Pixinguinha)

O álbum em questão registra o encontro de Sérgio Porto, Aracy de Almeida, Billy Blanco e o Conjunto de Roberto Menescal. Disco gravado ao vivo na lendária boate Zum-Zum. O jornalista e escritor carioca Sérgio Porto, também conhecido como Stanislaw Ponte Preta, é quem faz as apresentações, conduzindo assim o show, hora com Aracy de Almeida, hora com Billy Blanco. Todos sempre acompanhados pelo conjunto de Roberto Menescal. Os arranjos são de Oscar Castro Neves.

Receita é humor e samba

Show caro, na base de penas e plumas, anda meio por fora em tempos de dólar alto e escocês sumido. Do Bêco das Garrafas, passando pelo antigo Le Gourmet, cresceu o show de bôlso, com artistas de primeira, recursos de claro e escuro, mas pouca gente e, principalmente, muita bossa.

Agora, um humorista, uma sambista da velha guarda, um compositor e um Conjunto moderno, compõem o show do Zum-Zum, onde Sérgio Pôrto faz “conferência” sôbre música popular, ilustrada pelas vozes de Aracy de Almeida e Billy Blanco, com o acompanhamento do grupo de Menescal.

A receita do espetáculo está — além de um roteiro fixo — no talento improvisador de Sérgio, Aracy e Billy, num papo de 50 minutos ao som de Noel e iê-iê-iê.

Dentro de seu humor habitual, Sérgio Porto não se faz de rogado e manda brasa numa interpretação muito pessoal de “Brucutu” e do velho Jura, de Sinhô.

Correio da Manhã, Rio de Janeiro, Sexta-feira, 13 de maio de 1966


/info

Sergio Pôrto, Aracy de Almeida e Billy Blanco no “Zum-Zum” (LP Elenco, ME-34, 1966)

Zum-Zum (Album, LP) capa, cover
capa Estúdio ID

Lado A – Apresentação por Sergio Pôrto, “Essa nega quer me dar” (Caninha) — ouça ♫ ; “Lamento” (Pixinguinha) por Conjunto Roberto Menescal — ouça ♫ ; Apresentação (continuação) por Sergio Pôrto, “Jura” (Sinhô) com Sergio Pôrto — ouça ♫ ; “Feitio de oração” (Noel Rosa-Vadico), “O X do problema” (Noel Rosa), “Três apitos” (Noel Rosa) – todas com ARACY — ouça ♫ ; “Não me diga adeus” (L. Soberano-João C. da Silva), “Camisa amarela” (Ary Barroso) – todas com ARACY — ouça ♫ ; “Tenha pena de mim” (Ciro de Souza-Babahú) com Aracy — ouça

Lado B – “Sarita” (Rodrigues-Toledo), “Kalú” (Humberto Teixeira), “Besame mucho” (Consuelo Velasquez), todas com BILLY BLANCO — ouça ♫ ; “Não vou pra Brasília” (Billy Blanco), com Billy Blanco — ouça ♫ ; “Feiura não é nada” (Billy Blanco), “Camelot” (Billy Blanco), todas com BILLY BLANCO — ouça ♫ ; “Mocinho bonito” (Billy Blanco), “A banca do distinto” (Billy Blanco), “Estatuto de gafieira” (Billy Blanco), todas com BILLY BLANCO — ouça ♫ ; “Praça Mauá” (Billy Blanco), “Mária Maria Mariá” (Billy Blanco), todas com BILLY BLANCO — ouça ♫ ; Final “Brucutú” (Frafier-R. Pinto), “Rio do meu amor” (Billy Blanco), “Até amanhã” (Noel Rosa), todas com CONJUNTO ROBERTO MENESCAL, SERGIO PÔRTO, ARACY DE ALMEIDA e BILLY BLANCO — ouça ♫.


Aloysio de Oliveira (direção artística), José Delphino Filho (assistente de produção), Oswaldo Vidal (técnico de som), Elenco (estúdio), Estúdio ID (capa), Oscar de Castro Neves (arranjos).

/relacionados

Marcelo Oliveira
Marcelo Oliveira

Sou carioca, mangueirense e botafoguense. Meu objetivo com o blog é preservar a memória do SAMBA!

/novidades

Receba todas as novas publicações do blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *